Homens: como saber se eu estou com candidíase? Como tratar?

Como saber se eu estou com candidíase

Como saber se eu estou com candidíase?”. Muitos homens se perguntam isso, e é absolutamente natural se considerarmos que durante muito tempo acreditou-se que só dava em mulher.

Mas a verdade é que a candidíase é uma infecção fúngica, e qualquer pessoa pode contrair. O que diferencia, no entanto, são sintomas.

Na mulher, os sinais de que a comunidade de fungos do tipo Candida aumentou são evidentes. Já no homem, em alguns casos, o problema pode passar completamente despercebido.

Então, muitos homens se perguntam: como saber se eu estou com candidíase? E é justamente isso que vamos esclarecer nesse artigo.

Descubra como perceber os sinais de seu corpo, e saiba quando é hora de procurar um médico urologista para reparar o problema.

Como saber se eu estou com candidíase? Veja quais são os sintomas que podem surgir

Como eu estou com candidíase

O Candida albicans é o fungo responsável por causar esse problema. A candidíase é diagnosticada quando acontece um aumento exponencial da comunidade desse fungo.

Quando isso ocorre, o corpo pode apresentar alguns sinais de que as coisas não estão completamente normais. Alguns sintomas que você pode reparar são:

  • Coceira no pênis;
  • Vermelhidão e ardor na glande;
  • Formação de placas brancas na glande;
  • Corrimento semelhante ao sêmen;
  • Incômodo durante a relação sexual;
  • Inchaço.

Diante de qualquer um desses sinais, o mais indicado é que você procure um médico para que o tratamento antifúngico seja administrado. O clínico geral poderá lhe ajudar, mas uma consulta com um urologista pode ser mais promissora.

Candidíase só dá no pênis? Devo me preocupar com esses sinais em outras partes do corpo?

Se você pesquisou sobre “como saber se eu estou com candidíase’ é porque desconfia que está com esse problema. Pois saiba que a candidíase não aparece apenas na região íntima.

Ela pode surgir no corpo todo, já que uma de suas variações é a candidíase cutânea – que afeta a pele. Mas o mais comum é que afete as genitálias e/ou a boca.

Nesse segundo caso, você perceberá o surgimento de aftas, ou ainda uma alergia seguida de ressecamento na lateral da boca. Também é comum que afete o couro cabeludo ou as unhas dos homens.

O mais importante é que você fique atento aos sinais, e procure ajuda médica caso perceba qualquer alteração. Muitas vezes a candidíase começa apenas com uma coceira leve.

Isso faz com que as pessoas confundam com uma alergia ao tecido ou alguma coisa do tipo, e por isso o diagnóstico acaba sendo adiado.

  • Posso pegar ou transmitir durante o sexo?

Quando você se pergunta “como saber se eu estou com candidíase?” é importante também entender que ela não é uma DST. Mas, durante o sexo, é importante que você use preservativo, pois o fungo pode transitar entre uma e outra pessoa.

O sexo oral também pode facilitar essa transição, levando o Candida albicans de uma pessoa para a outra, o que vai causar o problema no seu parceiro ou parceira.

Diagnóstico e tratamento: como se livrar do problema?

Como saber se estou com candidíase

O diagnóstico é muito simples. O médico deverá fazer um exame físico para analisar os sintomas, e poderá solicitar uma coleta laboratorial para ter certeza.

Depois disso ele já terá o resultado de candidíase, e poderá começar o tratamento adequado. Geralmente, para diminuir os sintomas e começar o processo de cura, o médico indica que você use cremes antifúngicos.

Ele também poderá receitar algum corticoide via oral para diminuir o incômodo causado pelos sintomas da doença. Durante o tratamento, você pode adotar alguns hábitos para melhorar o resultado:

  • Evite relações sexuais;
  • Mantenha o pênis limpo;
  • Seque muito bem a parte afetada peã candidíase;
  • Use apenas roupas limpas e confortáveis, que não causem atrito;
  • Beba muita água.

Mas como eu peguei a candidíase?

Outra pergunta muito comum é sobre como a doença “foi parar ali”. A candidíase, como já dissemos, não é uma doença considerada sexualmente transmissível, principalmente porque pode afetar até mesmo crianças.

Ela está mais associada a maus hábitos e falta de higiene adequada do que a relação sexual. Por isso, você pode contrair das seguintes formas:

  • Uso de roupas íntimas úmidas ou molhadas;
  • Roupas apertadas ou desconfortáveis, que não permitem ventilação;
  • Excesso de suor;
  • Má higiene;
  • Má alimentação;
  • Obesidade;

Tão importante quanto saber “como saber se eu estou com candidíase” é saber que essa é uma doença que tem cura. Seu tratamento é muito simples, e os resultados costumam aparecer rapidamente.

Sendo assim, ao identificar qualquer alteração, não tenha receio de procurar ajuda de um médico especialista.

Esperamos ter ajudado a responder a pergunta “como saber se eu estou com candidíase”. Acompanhe mais informações em nosso artigo: Conheça as causas da candidíase.

http://www.nursing.com.br/candidiase-no-homem-tudo-que-voce-precisa-saber/

https://www.tuasaude.com/sintomas-da-candidiase-no-homem/

https://www.tuasaude.com/candidiase-no-homem/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *