Candidíase tem cura? Descubra aqui

Candidíase tem cura, e ela é mais simples do que você imagina

Candidíase tem cura, e depende de você cuidar para que o problema desapareça. Para isso é importante procurar ajuda médica, e seguir todas as orientações profissionais.

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito da doença, e inclusive não sabem como acontece o tratamento, ou se candidíase tem cura.

Nesse artigo vamos esclarecer todas essas questões, e explicar como acontece o tratamento para conter os sintomas e tonar o corpo saudável. Se você tem dúvidas sobre a candidíase, leia esse conteúdo.

Candidíase tem cura? Entenda a doença

Candidíase tem cura

Antes de partimos para a questão sobre “candidíase tem cura?” vamos responder a outras perguntas frequentes sobre esse quadro. É uma doença sexualmente transmissível? Eu posso manter relações? Etc.

A candidíase é uma doença causada pelo aumento excessivo dos fungos candida. Esse é um parasita natural do corpo humano, ou seja, todo mundo tem ele.

Mas o corpo também possui bactérias que contêm o aumento da população desses fungos, e mantém tudo sob controle.

Quando há um desequilíbrio no seu sistema imunológico, essas bactérias diminuem, e o fungo encontra a possibilidade de crescer. E é nesse momento que ele causa a candidíase.

O excesso desses fungos acaba gerando um desconforto caracterizado inicialmente por coceiras e irritação. Justamente por ser uma doença causada por um fungo que todo mundo tem, ela não é transmissível.

Ou seja, você pode se desenvolver porque o fungo já está aí. O que acontece é que durante relações sexuais com pessoas contaminadas, esses fungos podem transitar, desencadeando o quadro.

Mas não, a candidíase não é uma doença sexualmente transmissível – DST. E acima de tudo, candidíase tem cura! E esse processo é muito mais simples e rápido do que você imagina.

Como acontece o diagnóstico e o tratamento?

Candidíase tem cura, e ela é mais simples

O diagnóstico de candidíase acontece ainda no consultório, após uma análise da região afetada. O médico poderá pedir algum exame complementar e então começar o tratamento.

  • Remédios antifúngicos:

Esse tipo de medicamento pode ser usado tanto via oral quando em creme. Eles existem justamente para eliminar os fungos que causam qualquer desconforto. Geralmente é essa medicação que é receitada no caso da candidíase.

  • Corticoide:

Os corticoides possuem ação antialérgica, e também podem ser receitados a fim de diminuir os sintomas mais incômodos, como a coceira. O médico poderá combinar com uma loção para a área afetada.

  • A importância do tratamento:

É extremamente importante que você trate a candidíase adequadamente. Se ela não for completamente eliminada voltará em pouco tempo, e mais resistente.

O mais importante é saber que a candidíase tem cura. Mas o tratamento inadequado pode fazer com que ela evolua para uma infecção mais grave, mais intensa e mais persistente.

Quanto tempo dura o tratamento?

O tratamento da candidíase pode durar de 3 a 15 dias, depende da gravidade e também depende das indicações de seu médico. O que muitas pessoas fazem é abandonarem o tratamento quando os sintomas desaparecem.

Mas é muito importante que você continue com a medicação até a data indicada pelo seu médico. O tratamento serve não apenas para desaparecer com os sintomas, mas para recuperar o equilíbrio de seu corpo.

  • Atitudes para diminuir a ocorrência de candidíase:

Candidíase tem cura, mas você também pode adotar novos hábitos que diminuem a chance de que o problema apareça. Uma das indicações é com relação a sua higiene.

Manter uma excelente higiene é fundamental para controlar a proliferação dos fungos. Então lave muito bem a região genital durante o banho, e também seque com cuidado ao terminar.

Use somente roupas íntimas limpas, e nunca compartilhe essas peças. O mesmo serve para a toalha de banho, que não deve ser emprestada ou compartilhada.

Também tenha cuidado sobre como armazena e mantém essas peças. Quem deixa a toalha pendurada no banheiro para secar corre mais riscos de contrair bactérias e fungos. Então o mais indicado é que você seque a toalha em lugar ventilado, e que passe a ferro antes de usar.

Tudo isso são dicas para que você não corra tanto risco de que os fungos ataquem o seu corpo e causem desconforto. Ter cuidado com você é fundamental para ter boa saúde também.

Curando a candidíase pela alimentação: é possível?

Talvez você não saiba, mas a candidíase também pode ser reflexo de uma má alimentação. Isso porque o aumento de açúcar no sangue, por exemplo, é um dos causadores da doença.

Sendo assim, pessoas que consomem muito carboidrato acaba sendo mais propensas a ter o quadro. A candidíase tem cura, e uma das soluções é, justamente, obter hábitos mais saudáveis.

Dentre os quais, manter uma alimentação equilibrada e saudável pode ajudar muito. Agora que você já sabe que a candidíase tem cura, leia também sobre 8 fatos que você precisa saber sobre a candidíase vaginal.

http://www.minhavida.com.br/saude/temas/candidiase

http://www.candidiasetemcura.com.br/candidiase/o-que-e-importante-saber-sobre-a-doenca.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *