8 fatos que você precisa saber sobre a candidíase vaginal

candidíase vaginal em mulher

8 fatos que você precisa saber sobre a candidíase vaginal é essencial para que você entenda como é possível evitar o problema ou tratá-lo, caso ele apareça. Alguns estudos apontam que mais de 70% das mulheres sofrem com esse problema em algum momento.

Isso significa que não estamos falando de um ou outro caso isolado, e ainda assim muita gente tem dúvidas e preconceitos com relação à candidíase.

A candidíase é um quadro desenvolvido a partir do crescimento da população de fungos do tipo Candida. O resultado é uma grande irritação que pode evoluir para ferimentos.

Nesse artigo vamos lhe falar sobre 8 fatos que você precisa saber sobre candidíase vaginal. Esperamos que com essas informações você se sinta menos receosa.

8 coisas que você precisa Saber sobre candidíase vaginal

Existem muitos motivos que causam a candidíase. Seja pela má higiene ou ainda pelo início da vida sexual, isso altera o Ph natural e causa o aumento dos fungos.

Mas mesmo sendo um problema muito comum, muitas mulheres ainda têm várias dúvidas a respeito da candidíase vaginal. E vamos responder a algumas questões agora:

  1. É uma Doença sexualmente transmissível?

Não! O fungo que causa o quadro já existe no organismo de todas as pessoas. O que caracteriza a doença é o aumento exponencial desses fungos.

Durante a relação sexual o fungo pode transitar de uma pessoa para a outra, mas isso não significa que a candidíase foi transmitida. É importante, no entanto, que o casal faça o tratamento junto quando um dos dois estiver com o problema.

  1. Estou tomando antibióticos, posso ter candidíase?

O uso de antibióticos é considerado um facilitador para o aparecimento da doença. Isso porque esse tipo de medicação mexe com o sistema imunológico, e deixa o organismo mais suscetível.

  1. O uso de absorvente pode aumentar a chance de ter a doença?

Sim! Na verdade, qualquer coisa que dificulte a ventilação e a devida respiração do corpo pode causar candidíase. E no caso do absorvente, seja ele interno ou externo, isso é um fato.

  1. Candidíase tem cheiro?

Geralmente ela causa um corrimento transparente que não possui odor forte. Em caso de cheiro, deve-se pesquisar se não se trata de outra infecção vaginal.

Veja mais 4 informações sobre candidíase vaginal, e não tenha mais dúvidas sobre esse assunto

Para saber sobre a candidíase vaginal você deve continuar lendo esse artigo. Esse é um quadro muito recorrente entre mulheres de diferentes idades, e muitas delas possuem dúvidas bem pontuais.

  1. Somente mulheres adultas podem ter candidíase?

Essa é uma pergunta muito comum feita por quem deseja saber sobre a candidíase vaginal. Mas saiba que esse problema não tem restrição de idade.

Inclusive, bebês e crianças estão muito aptos a terem o problema por conta da má higiene dos pais e o uso de fraldas, que dificulta a ventilação.

  1. Posso tratar a candidíase apenas com antialérgico?

É muito comum confundir a candidíase vaginal com alergia já que o seu primeiro sintoma é uma forte coceira.

Mas somente o uso de antialérgico pode não ser suficiente para tratar, embora vá amenizar os sintomas. O mais importante é combater os fungos, e por isso o uso de um antifúngico se faz necessário.

  1. Minha candidíase vaginal pode evoluir para outros quadros?

A candidíase tem cura e é muito fácil de ser combatida. Mas caso o tratamento não seja feito corretamente, ela pode sim afetar outras partes do corpo.

Inclusive existem casos de candidíase em órgãos internos, e aí sim o tratamento é mais complexo e demorado. Por isso é importantíssimo tratar de forma adequada, e seguir as orientações médicas.

  1. O bebê pode contrai a candidíase se eu tiver durante a gestação?

A gravidez é um fator que aumenta o risco de candidíase. É importante tratar o quadro, mas o bebê não costuma correr riscos.

No caso do parto normal, no entanto, a criança poderá contrair os fungos durante a sua passagem pela saída vaginal, e com isso desenvolver candidíase na boca ou nas unhas, por exemplo.

Quando devo começar a tratar a candidíase? Se estiver no começo, preciso ir ao médico?

Candidíase tem cura, e ela é mais simples do que você imagina

Outra coisa que você precisa Saber sobre candidíase vaginal é que não existe um nível que vai se curar sozinho. Você precisa da administração do remédio.

Então a melhor coisa a fazer quando identificar qualquer sintoma é ir ao médico e pedir orientação. O exame é muito simples, e geralmente no consultório mesmo o profissional já dará o diagnóstico.

Não tenha vergonha ou receio de falar sobre isso. Como dissemos anteriormente, é um problema comum e corriqueiro. Tomar cuidado é essencial, mas ter vergonha é absolutamente desnecessário.

Saber sobre candidíase vaginal é crucial para entender como evitar e como combater o problema. Não conviva com esse desconforto: procure ajuda médica.

http://candidiasetratamentoecura.com/candidiase-na-mulher/candidiase-na-gravidez-tratamento-adequado

https://claudia.abril.com.br/saude/8-fatos-que-voce-precisa-saber-sobre-candidiase-vaginal/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *